O troço abrangido por esta empreitada tem uma extensão de 102 km, sendo o perfil transversal adoptado para a nova estrada de 11,0 m de plataforma, com 7,0 m de faixa de rodagem e 1,0 m de berma.

La estrutura de pavimento foi constituída por aterro em solos granulares, regularização do subleito, com o mesmo material empregue nos aterros, numa espessura média de 40 cm, sub-base com solos granulares, com uma espessura de 15 cm, base material britado (ABGE) com uma espessura de 15 cm, camada de desgaste em betão betuminoso a quente com 5 cm de espessura e largura de 9,00 m. O movimento de terras foi de 163.008 m³ em corte e 319.691 m³ em aterro.

Esta obra incluiu ainda:

  • Drenagens transversais com 1,00 m ø numa extensão de 990 m, com 2,00 m ø numa extensão de 66 m e com 3,00 m ø numa extensão de 75 m;
  • Construção de uma Ponte sobre o rio Massal, em betão armado;
  • Construção de uma Ponte sobre o rio Cuílo, em estrutura mista;
  • Construção de uma Ponte sobre o rio Tchifua, em betão armado e
  • Construção de uma Ponte sobre o rio Caluango e sobre o rio Luangue, em estrutura mista.

Cliente

INEA -Instituto Nacional de Estradas de Angola

Datas do Projeto

2012 – 2015

Parceiros

Valor da obra :
745 142 M€