O projeto visa melhorar a gestão dos recursos hídricos no Levante Almeriense, realçando o uso das contribuições da atual estação de dessalinização em Carboneras e incluindo a futura estação dessalinizadora do Baixo Almanzora.

O projecto prevê fornecer 15 hm3/ano a partir da estação de dessalinização em Carboneras melhorando o abastecimento às cidades costeiras de Carboneras, Mojácar, Los Gallardos, Turre, Garrucha, Vera e Bedar.

As obras consistem, basicamente, de uma conduta em pressão, um reservatório e uma tubagem com escoamento gravítico. Principais características das obras:

TUBAGEM: 45,22 km de tubo de aço helicosoldado de 900 mm de diâmetro com juntas soldadas. Troço em pressão de 13,9 km com pressões máximas de projecto entre 15 e 35 atm e um caudal de projecto de 1,37 m3/s. Troço gravítico com 31,3 km com pressões máximas de projecto entre 15 e 25 atm e para um caudal de projecto de 0,89 m3/s.

RESERVATÓRIO DE DISTRIBUIÇÃO DE SOPALMO: Volume: 35.000 m3.

OBRA FINAL: ligação com a futura estação dessalinizadora do Baixo Almanzora e com a estação de tratamento de água potável explorada por GALASA.

OBRAS ANEXAS: as obras incluem também 27.658 m2 de revestimento do actual reservatório da estação dessalinizadora de Carboneras em tela de polipropileno reforçada, a instalação de um sistema de proteção catódica pelo sistema de corrente imposta, 2 linhas eléctricas para fornecimento de energia, enterradas, em baixa tensão e para 10 kW de potência, assim como a implementação de um sistema para telecomando e controlo com fibra óptica para comunicação de sinais entre os reservatórios de Sopalmo e Carboneras.

Cliente

Aguas Cuenca Mediterráneo ACUAMED

Datas do Projeto

2011

Valores chave

Valor da obra : 3,807,419 €
Valor da construção : 70,188,713 €