A necessidade de acomodar um número crescente de autocarros e responder à utilização de novas tecnologias, recomenda a implementação de um novo edifício para o Centro Operacional de Gestão de Autocarros no sistema de transportes metropolitanos de Barcelona.

A localização escolhida para o Novo Centro de Gestão é a Municipalidade de Viladecans.

A localização específica será num parque tecnológico em Viladecans, satisfazendo assim as utilizações planeadas para os edifícios no Planeamento Urbano.

O projecto básico para a solução proposta consiste em dois andares subterrâneos para o Centro de Gestão de Autocarros, mais um andar de escritórios ligado a ele, com um parque de estacionamento interno e outro para o equipamento que a Câmara Municipal visa desenvolver acima do nível do solo.

Devido à diferença de altura entre as ruas circundantes, o Centro de Gestão de Autocarros resolve com diferentes níveis a heterogeneidade da zona envolvente, criando uma ampla superfície quadrada no ponto mais elevado das ruas, tal como previsto no Planeamento Urbano.

As funções básicas tidas em conta pelo Centro de Gestão de Autocarros são: Oficina de Manutenção, Reabastecimento, Lavagem de autocarros, Estacionamento para autocarros, Edifício Operacional, Serviços Gerais e Parque de Estacionamento para Veículos Privados.

Cliente

ATM (Autoridade Metropolitana de Transportes)

Datas do Projeto

2008

Valores chave

  • Valor do contrato : 29.500 €
  • Valor do construção : 65 milhões de euros