Direção da construção e controlo de qualidade para as obras de construção dos edifícios de Serviços Centrais, Faculdade de Medicina e Faculdade de Ciências da Saúde no Parque Tecnológico de Ciências da Saúde da Universidade de Granada, e obras de urbanização.

O Parque ocupa uma parcela de 625.000 m2 e divide-se em 3 espaços diferenciados.

  • Serviços Centrais: superfície total construída de 18.223,67 m2, 2 pisos acima do solo e um piso subterrâneo. Este edifício pode considerar-se como um conjunto de edifícios ligados por uma superfície coberta, oferecendo uma imagem de 7 volumes individuais.
  • Faculdade de Medicina: 42,680.00 m2, 11 pisos acima do solo e 2 subterrâneos. Compõe-se de três volumes, tipo torres. Cada uma está formada por sua vez por uma banda horizontal de dois pisos mais um subsolo. As três peças ligam-se entre si através de passagens.
  • Faculdade de Ciências da Saúde: 15,746.00 m2, 11 pisos acima do solo e 2 subterrâneos. Compõe-se de um único volume, tipo torre, desde o 3º ao 10º piso, sobre outro volume tipo barra e em todo o comprimento da parcela.

A urbanização tem uma superfície de 100.214,80 m2.

Critérios de sustentabilidade energética aplicados:

  • Desenho eficiente da envolvente do edifício e dos sistemas de climatização, redução dos consumos em iluminação.
  • Uso de painéis solares térmicos de tubos de vácuo para a produção de ACS.
  • Utilização de luz natural (claraboias e pátios interiores ajardinados).
  • Uso de materiais reciclados (alumínio, grés porcelânico e borracha).
  • Projeto de jardinagem com espécies nativas adequadas para reduzir o uso de água de rega.

 

Cliente

Universidade de Granada

Datas do Projeto

2009 – 2015

Parceiros

AYNOVA, S.A.U. (50%)

Valores chave

Valor do contrato:
2,4 M€

Valor dos trabalhos:
110 M€