Em decorrência da implantação do projeto Corredor Logístico Norte (CLN), da Vale, a Synergia elaborou laudos de avaliação de imóveis urbanos e rurais, além de avaliação de benfeitorias, a fim de definir as políticas de compensação mais adequadas nos processos de remoção involuntária

A Synergia prorrogou até 2016 o contrato com a Vale para a elaboração de laudos de avaliação de imóveis urbanos e rurais em áreas de interesse da mineradora nos estados do Maranhão e Pará, por conta da implantação do projeto Corredor Logístico Norte (CLN). O aumento da capacidade logística do Sistema Norte para 230 milhões de toneladas de minério de ferro por ano abrange, além da duplicação de diversos trechos ferroviários, um ramal de 101 quilômetros, um terminal ferroviário, investimentos onshore e offshore. O trabalho realizado pela Synergia, de avaliação de benfeitorias, é essencial para definir políticas de compensação para a população afetada.

A elaboração dos laudos de avaliação prevê a realização de vistorias das benfeitorias reprodutivas e não reprodutivas em cada uma das propriedades. Este levantamento consiste na identificação de todos os itens que caracterizem investimento realizado pelo superficiário e/ ou proprietário ou perda de recursos naturais ou laborais com a relocação. O objetivo e garantir o atendimento às necessidades individuais de cada família, preservando as relações econômicas existentes.

As informações coletadas são submetidas aos critérios estabelecidos na norma de avaliação de imóveis do Instituto Brasileiro de Avaliações e Perícias de Engenharia (IBAPE).

Cliente

Vale S.A

Datas do Projeto

2013 – 2016

Valores chave

Contrato valor :
512 452,60 €