O projecto, que representa uma área de 1300 m², envolve a construção de um escritório com ateliês com desempenho de alta energia, no âmbito do programa europeu REGAIN.

Um conjunto de critérios relacionados com os custos de construção, os custos de manutenção do edifício, o consumo de energia, planeamento de construção, é incluído numa grelha de avaliação. Foi definida pelo BEP com a colaboração do professor Jean-Marie HAUGLUSTAINE da Universidade de Liège, com o fim de obter a orçamentação da construção. Esta grelha de avaliação também será usada por outros parceiros europeus do programa REGAIN.

Durante toda a fase do anteprojecto, os gabinetes de consultoria assistiram o BEP na implantação, orientação, volumetria e concepção geral do edificio. Eles também definiram os impactos sobre o desempenho energético da obra no âmbito do quadro definido e de acordo com a escolha dos materiais, iluminação, ventilação natural e de troca de ar.

A estrutura do edifício foi objecto de investigação em economia de energia incorporada. A seção de escritório, que consiste numa cave, dum rés-do-chão e do 1 piso, é composta por vigas e pilares de betão armado, e da oficina parte é formada por vigas de madeira laminada colada sobre colunas pré-fabricadas de betão armado. As fachadas e telhados são feitos de estruturas em madeira com isolamento também à base de produtos derivados da madeira.

Cliente

BEP Expansion Economique

Datas do Projeto

2010 – 2011

Parceiros

Parceria:

Arquitecto: BEP NAMUR

Subcontratados:

Técnicas Especiais: GEI BRUXELLES, integrados com MATRICIELLE

Coordenação de Segurança: D. Plunus – LIEGE

Construtor : BEMATT

Valores chave

Valor dos Trabalhos: 1,55 M€