Consultoria e assistência para o controlo e supervisão das obras: "Auto-estrada do Cantábrico A-8. Troço: Solares - La Encina" Província de Cantábria

O trabalho envolve a conclusão da auto-estrada A-8, na Cantábria. Com um comprimento aproximado de 13,3 km o traçado divide-se em três subtroços, dos quais o primeiro (entre os P.K. 0 + 000 e 2 + 500) e terceiro (entre os P.K. 11 + 000 a 13 + 300) consistem numa duplicação da atual estrada N-634. Conta também com três ligações: Saron, Sobremazas e Solares, que liga com as auto-estradas A-8 e S-10.

O primeiro subtroço tem uma velocidade de concepção de 80 km/h, com um comprimento de 2500 m. Este subtroço é paralelo à estrada N-634. Este compreende a construção de um viaduto sobre o rio Suscuaja. após esta estrutura, a estrada N-634 é restabelecida por uma passagem inferior.

O segundo subtroço tem uma velocidade de concepção de 100 km/h. Começa com o restabelecimento da estrada N-634 com uma passagem superior deixando a estrada em direcção ao Norte, e inclui três viadutos: La Llama (990 m de comprimento), o viaduto sobre a ribeira El Encinal, na cidade de Liérganes (115 m de comprimento) e o viaduto sobre o rio Pámanes e a estrada CA-160 (290 m de comprimento), com uma estrutura composta. O terceiro subtroço tem um comprimento de 2440 m e estende-se a partir do km 10+900. Aproxima-se de novo da estrada N-634 e utiliza-a como uma das faixas de rodagem da auto-estrada.

Os trabalhos incluíram a escavação de 4 milhões de m3 e 2 milhões de m3 de aterros, bem como 6 viadutos, 13 passagens inferiores, 31 muros de contenção e 28 obras de drenagem transversal.

Montante da obra: 90.827.936,00 €                   

Cliente

Dirección General de Carreteras – Ministerio de Fomento

Datas do Projeto

2007 – 2011

Valores chave

Valor do contrato:
€ 2.473.739,00