A dessalinizadora de Dalías , cofinanciada pela União Europeia, beneficiará uma população que pode chegar aos 625.000 habitantes no verão.

O trabalho consiste na Supervisão das Obras de Construção:

  • Emissário de captação de água e conduta de descarga da salmoura gerada, totalizando as duas 6 km de comprimento
  • Obras próprias da construção da estação dessalinizadora, incluindo obras civis, equipamentos mecânicos e eléctricos
  • Conduta elevatória, de 1.100 mm de diâmetro, entre a estação dessalinizadora e o reservatório de distribuição, de 6 km de comprimento
  • Reservatório de distribuição com 25.000 m3 de capacidade
  • Conduta de distribuição de água tratada, com diâmetros de 1.100 a 700 mm e de 33 km de comprimento
  • Obras de construção da linha de alimentação elétrica

As características principais das obras desenvolvidas são as seguintes:

  • 310 dias de funcionamento
  • Processo: osmose inversa de 2 etapas
  • Conversão: 45% em duas etapas: o fator de conversão do primeiro passo: 47,2% (1ª etapa), do segundo passo 90% (2ª etapa)
  • Tratamento físico-químico com filtros de areia em pressão
  • Produção de água osmótica 97.200 m3/dia
  • Número de bastidores: seis linhas de 10.800 m3/dia por cada unidade,  ampliável a oito
  • Produção anual: 30 hm3/ano ampliável a 40 hm3/ano
  • Tipo de captação de água de mar: captação aberta mediante emissário de 3 km de comprimento

Cliente

Aguas de las Cuencas Mediterráneas ACUAMED

Datas do Projeto

2014

Parceiros

PYCSA (30%)
ZOFRE (15%)
JOSE VARO (25%)

Valores chave

Valor da obra: 3.828.413 €
Valor da construção : 111.131.256 €