O rompimento da barragem da Samarco, em novembro de 2015, no subdistrito de Bento Rodrigues, próximo à cidade histórica de Mariana, provocou profundas mudanças na paisagem e na vida dos moradores. A Synergia lidera, desde maio de 2016, o trabalho social nos 41 municípios atingidos entre Minas Gerais e Espírito Santo.

Neste projeto a Synergia realiza: cadastros socioeconômicos das famílias diretamente afetadas ao longo do Rio Doce, nos estados de Minas Gerais e Espírito Santo;  inventário de bens e avaliação patrimonial,  para dimensionar os prejuízos materiais da população; entrega dos formulários às famílias; elaboração de pareceres de elegibilidade, entre outras ações.

Para a realização dos serviós, a Synergia montou 3 escritórios (além do já instalado em Mariana, em função do outro projeto) e mobilizou cerca de 300 funcionários. O complexo banco de dados construído para armazenar e tratar as informações está incorporado a uma plataforma de TI exclusiva da Synergia (o SIS – Sistema de Inteligência Socioambiental), que permite a manipulação de grandes acervos de dados, primários e secundários, quantitativos e qualitativos, de forma georreferenciada e sincronizável com dispositivos digitais de coleta de dados (tablets).

Serviços

  • Elaboração de Cadastros Socioeconômicos, em todos os demais municípios afetados pelo rompimento da barragem de Fundão, nos estados de Minas Gerais e Espírito Santo;
  • Elaboração de Laudos Patrimoniais, Agrícolas e Econômico-Financeiros;
  • Entrega de formulários às famílias;
  • Elaboração de Pareceres de Elegibilidade das Famílias Atingidas;
  • Manutenção de Central de Comunicação para os ajustes solicitados pelas famílias nos cadastros;
  • Controle integrado.

Cliente

FUNDAÇÃO  RENOVA

Datas do Projeto

2016 – 2018