O Hospital da Universidade de Tours redefiniu seu sistema de cuidados e lançou um concurso internacional de arquitetura com uma visão de longo prazo das principais questões urbanas. Este projeto emblemático foi avaliado em € 320 milhões e conta com soluções de engenharia flexíveis desenvolvidas pela AIA Life Designers e pela TPF Ingénierie para construir o hospital de amanhã.

Com uma configuração moderna e ambiciosa, o projeto do Hospital Universitário de Tours segue uma abordagem de elevada qualidade ambiental e responde aos desafios da arquitetura digital (BIM). Faz parte de um grande plano de reestruturação imobiliária que consolidará todas as atividades até 2024. Estas atividades estão atualmente distribuídas por cinco locais e serão consolidadas nas duas unidades de Bretonneau e Trousseau. Com um orçamento de 320 milhões de euros, é um dos maiores hospitais de França, depois do Hospital Universitário de Nantes.

O projeto foi adjudicado à AIA Life Designers, em parceria com a TPF Ingénierie, no final de 2017. A nível técnico, o grupo apresentou uma metodologia orientada para novas opções tecnológicas e uma abordagem “totalmente digital”.

O Hospital Universitário também apreciou a estratégia energética inovadora e eficiente, nomeadamente através da solução de recuperação de energia perdida.

O novo Hospital Trousseau ficará concluído em 2024, com previsão do início das obras em meados de 2021.

Números-chave:

  • Parcela Fixa: construção de um edifício com capacidade para 576 camas, juntamente com instalações técnicas e cirúrgicas – 70.000 m² de superfície de trabalho / € 140 milhões de obras, incluindo obras rodoviárias e serviços, trabalhos preliminares, heliporto, desvio de redes rodoviárias e paisagismo;
  • 400 lugares de estacionamento / € 7 milhões de obras;
  • Parcela Opcional 1: construção de um edifício que reagrupa todas as atividades de biologia. 12.300 m² SDO / € 29 milhões de obras;
  • Parcela Opcional 2: construção de um edifício dedicado à Pediatria, Internamento e Consultas. 16.500 m² / € 33 milhões de obras.