A conceção e a fiscalização da expansão do Terminal 2A foram adjudicadas à subsidiária francesa do Grupo TPF.

Este projeto permitirá ao aeroporto aumentar a sua capacidade para 18 milhões de passageiros.

A nossa tarefa, que compreende duas fases, será realizada em parceria com as empresas Stéphane Aurel Architecture, SBP, Realog e BMF Bureau Michel Europe.

A primeira fase engloba a construção de um novo terminal, desenvolvido em comprimento e com 2 níveis, que servirá 6 posições de aviões do tipo A320 e 2 posições de aviões de grande porte, do tipo A380 e a segunda fase diz respeito ao novo Edifício do Terminal.

Durante a realização desta empreitada, que se prevê que dure cerca de 3 anos, o aeroporto continuará a funcionar.